Whatsapp
12/01/21 - Uncategorized

Reforce a sua Imunidade e se prepare para a época mais fria do ano.

Você é daqueles que é só a temperatura cair que você começa a sentir a garganta arranhando, nariz escorrendo, corpo ruim? Então, é preciso reforçar a sua Imunidade com medidas simples no dia a dia.

No inverno, as pessoas costumam permanecer mais tempo em ambientes com pouca ventilação, locais propícios para a propagação de vírus através das gotículas presentes no ar que respiramos e objetos ao nosso redor.

Muitas pessoas acham que a queda da nossa imunidade esta diretamente relacionada com a mudança de temperatura, mais a realidade é que o choque térmico não é capaz de desencadear uma gripe, causada por uma infecção viral.

Fatores como estresse, poluição, toxinas, exposição às substâncias químicas, má alimentação, insônia e tabagismo, podem enfraquecer essa defesa do corpo, resultando em um organismo vulnerável aos microrganismos causadores de certas doenças, as chamadas doenças oportunistas, como gripes, resfriados e alergias, que em geral não afetariam indivíduos com um sistema imunológico reforçado. A queda da Imunidade é relacionada principalmente a sua rotina.

Cuide de seu intestino

É nele que você absorve os nutrientes que consome e, se ele não está saudável o resto do corpo perde. Cuide da sua microbiota e consuma probióticos todos os dias por meio da manipulação de cápsulas, sachês. Também vale iogurte, Kefir ou Kombucha, os dois últimos estão em alta e já foram apontados pelo Jornal of Food Science como top alimentos que reforçam a imunidade.

Alimente-se

Comer bem não significa comer muito e sim com qualidade e variedade. Inclua no seu cardápio alimentos capazes de fortalecer o sistema imunológico como inhame, frutas cítricas- laranja, limão, acerola, abacaxi e morango, são conhecidas por conter bons níveis de vitamina C, mas couve, rúcula, repolho e outros vegetais folhosos também são ricos nessa substância. O levedo de cerveja é rico em vitaminas do complexo B, importante para a imunidade. O profissional mais qualificado para orientá-lo na alimentação é o nutricionista.

Tome Sol

Ele é nossa principal fonte de vitamina D, que aumenta o número de linfócitos, células que reduzem inflamações. Para garantir sua cota, em geral bastam 20 minutos de exposição ao sol nos braços ou nas pernas, sem protetor solar. Agora se você tem alguma restrição médica ou a rotina do dia impossibilita a exposição solar, você pode suplementá-la na forma de cápsula ou na forma líquida- sempre orientado por um profissional qualificado.

Relaxe

Acontecimentos comuns do dia-a-dia, o aumento do número de informações e a necessidade de realizar muitas atividades no menor tempo possível são fatores que contribuem para o excesso do estresse. Procure sempre equilibrar lazer e tarefas do dia-a-dia. O estresse libera cortisol, hormônio do estresse, que impede o combate a agentes infecciosos e pior esse hormônio desregula o sistema imunológico e faz com que ele ataque nosso próprio corpo- momentos de muita tensão são os principais desencadeadores de doenças autoimunes. Nutracêuticos, suplementos alimentares que contêm maior concentração de um composto bioativo de alimento, sendo utilizados com a finalidade de melhorar a saúde do organismo e fitoterápicos com ação calmante são de grande ajuda.

Durma bem

Dormir profundamente é essencial para manter o sistema imune restaurado a níveis que protegem o organismo contra doenças. Segundo os pesquisadores, o uso noturno de luz forte e aparelhos eletrônicos que emitem luz prejudica o sono. Para que sua noite de sono chegue ao estágio ideal, o quarto deve estar escuro e silencioso. O hormônio responsável por uma boa noite de sono é a melatonina- hoje comercializada em farmácia de manipulação, a característica primordial da melatonina é ser sintetizada principalmente à noite. Se houver luz, essa produção não se inicia e se já tiver começado, será interrompida. Não se esqueça de investir em um colchão com densidade adequada ao seu peso e um travesseiro que estabilize a coluna durante a noite.

Lave as mãos

Manter as mãos limpas é a principal recomendação para evitar gripes e outras doenças infectocontagiosas, como otite, conjuntivite e diarreia. Não existe um número máximo ou mínimo de vezes recomendado para fazer a higiene das mãos, mas nunca se esqueça de lavá-las após tossir ou espirrar, por exemplo. – Tenha sempre na bolsa o álcool gel, pois caso não tenha a possibilidade de lavar as mãos você pode usá-lo. – O uso do álcool gel substitui com eficiência a lavagem com água e sabão. Lembre-se também de lavar as mãos antes e depois de ir ao banheiro, quando chegar da rua e realizar as refeições.

Pratique exercícios físicos

A literatura científica é repleta de artigos que relatam estudos sobre os benefícios dos exercícios para reforço do sistema imunológico, havendo uma opinião praticamente consensual de que a atividade física moderada é a forma mais adequada para este propósito. Outro fator que colabora para a proteção do organismo é o fato de a atividade física promover a diminuição do estresse. Como nosso corpo funciona de maneira harmoniosa, com inter-relação entre os sistemas nervoso, endócrino e imunológico, a redução do estresse faz com que o organismo se fortaleça e fique menos suscetível a diversas doenças. O que se deve evitar são os exercícios de intensidade acima de um limite crítico, que reconhecidamente vão ter o efeito inverso, diminuindo a imunidade e aumentando a incidência de doenças por enfraquecimento imunológico.

O sistema imunológico é à base de uma boa saúde, que reflete tanto na doença como o bem-estar do ser humano. E a diferença entre uma pessoa doente e outra saudável não está necessariamente relacionada ao que cada uma foi exposta, mas sim com qual eficiência o seu sistema imunológico está funcionando. Por isso, mantê-lo fortalecido é extremamente importante, pois além de combater microrganismos invasores como bactérias, vírus, protozoários e fungos, esse sistema ainda realiza a limpeza do organismo, removendo células mortas e renovando determinadas estruturas, e é responsável pela memória imunológica.

Você pode fortalecer o seu sistema imunológico também fazendo uso de fitoterápicos, suplementos e medicamentos homeopáticos – sempre orientado por um profissional qualificado.

Oscillococcinum é um remédio homeopático para gripe, utilizado para aliviar e prevenir os sintomas de gripe, como febre, dores de cabeça, nariz escorrendo, tosse, arrepios, dores musculares e mal-estar geral.

Influenzinum 2018 homeopatia atualizada contendo o vírus da gripe influenza (presente na vacina contra gripe de 2018) recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), preparada segundo a farmacotécnica homeopática, pode tratar os sintomas provocados pelo vírus da gripe Influenza em indivíduos saudáveis e tratar preventivamente ou profilaticamente, ou seja, você pode usar o vírus preparado homeopaticamente para prevenir os sintomas da gripe influenza.

Vitamina C (ácido ascórbico) é uma importante vitamina hidrossolúvel e antioxidante (neutraliza os efeitos dos radicais livres), participando de diversas reações metabólicas do organismo. Por ser armazenada em baixas quantidades no corpo humano, a vitamina C precisa ser obtida por meio de fontes externas (alimentação ou suplementação) de forma regular e em quantidade suficiente.

Zinco é um dos oligoelementos mais importantes para o organismo. Assim como a vitamina C, baixos níveis de Zinco Também podem afetar adversamente a cicatrização de feridas, úlceras e úlceras de decúbito. O zinco também é importante para manter as barreiras de defesa do organismo, sendo fundamental para uma resposta imunológica adequada.

Própolis contribui para reforçar as defesas naturais do organismo. Proteção para as vias aéreas superiores, antimicrobiano natural para uso em resfriados comuns, sinusite, rinite e descongestionante nasal. A própolis possui excelente ação antisséptica, descongestionante e regeneradora da mucosa nasal. É expectorante, adstringente e bactericida- Disponível em cápsula, solução alcoólica e nasal.

Cápsula de alho fortalece o sistema imunológico de forma geral, aumentando a resistência orgânica a infecções. Alho fluidifica e desodoriza as secreções no caso de bronquite, tuberculose, diminui a tosse e provoca a expectoração.

Lisina é um aminoácido essencial, presente em alguns alimentos, mas que o corpo humano não consegue produzir. Os estudos têm demonstrado que o uso da lisina reduz as infecções de repetição causadas pelo vírus do Herpes simples.

Glutamina é um valioso nutriente imunomodulador e com ação trófica sobre a mucosa do intestino delgado e grosso, sendo amplamente utilizada em pacientes imunodeprimidos, sépticos, com risco de translocação bacteriana ou portadores de enfermidades intestinais. Minimiza a imunossupressão provocada pelo exercício físico.

Wellmune® é um produto clinicamente comprovado e testado, utilizado para reforçar o sistema imunológico. Seus benefícios vão da melhora da saúde física a redução de sintomas de infecções respiratórias, sendo indicado a pessoas com problemas respiratórios. Além de reduzir os efeitos nocivos do estresse sobre o corpo, reduz os sintomas associados a gripes e resfriados e melhora o vigor físico, clareza mental e reduz a fadiga.

EpiCor™ é recomendado como produto natural de uso contínuo para a prevenção ou alívio dos sintomas de doenças como alergias, gripes e resfriados. Seu uso diário contínuo mantém a integridade das defesas do organismo, aumentando sua resistência, prevenindo o aparecimento de doenças e garantindo a saúde geral.

Equinácea purpúrea um fitoterápico indicado como adjuvante e profilaxia de infecções recorrentes do trato respiratório superior (resfriados comuns) e também no trato urogenital.

Reishi mushroom é um cogumelo muito utilizado na tradicional medicina chinesa desde a dinastia Ming devido a sua capacidade de auxiliar o organismo e proporcionar longevidade e saúde. Reishi tem uma aplicação muito ampla, porém seu maior valor é a capacidade de fortalecer o sistema imune. O consumo de cogumelos é excelente para prevenção e auxilia no fortalecimento da imunidade. Segundo a medicina tradicional chinesa, é usado para o tratamento de cinco órgãos-chave: coração, pulmões, fígado, pâncreas e rins.

Compartilhe esse post: